fbpx
Você está em:
O quanto você sabe sobre o Bem-estar de bovinos de corte?

O quanto você sabe sobre o Bem-estar de bovinos de corte?

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Nos tempos atuais, a produção de bovinos de corte não está mais sendo pautada tão somente na questão econômica, mas também nos métodos produtivos e como se da à relação dos homens com os animais. 

Muito tem se discutido no mercado nacional e internacional quanto ao Bem-estar animal. Esse tópico tem cada vez mais se tornado de suma importância para a cadeia produtiva, no qual o consumidor atual tem cada vez mais interesse em como a criação dos animais é realizada.

Antes de falar de bem-estar, precisamos entender o comportamento dos bovinos

Tal como as pessoas, os animais possuem diferentes graus de temperamento, e em bovinos, mesmo membros da mesma raça podem ser muito diferentes, sendo notória a presença de animais naturalmente mais medrosos ou reativos a más experiências ou novidades no ambiente.

 Isso indica que alguns animais facilmente poderão se adaptar aos manejos, como tratamentos medicamentosos ou trabalhos no brete. Por outro lado, outros indivíduos podem ficar extremamente estressados, dificultando as atividades e causando perdas produtivas, além de quebra de estruturas.

Também devemos considerar que bovinos possuem excelente memória para ocorrências, boas ou más. Tal como uma máquina fotográfica, o indivíduo relaciona um local, objeto ou pessoa com algo que pode ser bom, como a oferta de alimento ou algo ruim, como o uso de choque ou a aplicação de marcação a fogo. Quando o animal  estiver novamente na mesma situação ou semelhante, ver ou ouvir um determinado objeto que associou a uma má experiência, ele irá se recordar do ocorrido anteriormente, afetando assim novas atividades.

Resultado de imagem para marcação a fogo bovino
Marcação a fogo pode ser vinculada como uma má experiência pelo animal
Fonte: www.girodoboi.com.br

Além disso, a novidade é um forte estressor para bovinos, portanto, sempre que algo novo ou pessoa for apresentado, deve ser feito da melhor forma possível. Do contrário, se a primeira experiência for ruim, o animal pode desenvolver medo ou aversão permanentemente.

Ademais, bovinos são animais gregários e extremamente rotineiros. Sendo assim, existem certas relações dentro do rebanho, como a liderança e a dominância que devem ser considerados. A liderança é apontada por meio das vacas líderes, ou seja, aqueles animais que são seguidos pelos outros quando estão em busca de água, alimento, sombra e outros. Já a dominância é a relação entre os animais, sendo facilmente visualizada pelas disputas entre os indivíduos no lote, ou da inserção de novos animais no grupo.

Mas oque é o Bem-estar animal?

O bem-estar animal passou por várias definições. Desde ser um estado de perfeita relação entre o animal e o ambiente, com completa saúde física e mental, a até como o estado do indivíduo durante as tentativas de se ajustar no ambiente, como apresentado por Donald M. Broom.

Atualmente, o Bem-estar animal está pautado nas “Cinco Liberdades”, apresentado pelo Comitê Brambell e aprimorado pelo Conselho de Bem-estar em Animais de Produção (Farm Animal Welfare Council – FAWC) do Reino Unido.

As cinco liberdades somente são alcançadas quando os animais estão:

  1. Livres de sede, fome e má nutrição;
  2. Livres de desconforto;
  3. Não possuem dor, injúria ou doença;
  4. Livres para expressar seu comportamento normal;
  5. Livres de medo ou estresse;
Animal demonstrando confiança na interação com humanos,  livre de medo aparente, com alto grau de Bem-estar
Animal demonstrando confiança na interação com humanos, livre de medo aparente, com alto grau de Bem-estar
Fonte: www.comprerural.com.br

Logo, antes de ser uma filosofia ou uma forma de pensamento, esse tópico é algo prático que pode não somente auxiliar na criação dos animais de forma ética e humanitária, mas também auxiliando nos ganhos produtivos.

Mas na prática, oque pode reduzir o bem-estar de meus animais?

Várias situações podem causar a diminuição do grau de Bem-estar, tais como a privação de alimentação e hidratação, falta de sombreamento no piquete, maus tratos, berros e uso de ferrão, etc. Mas também podemos considerar que algumas atividades, como a movimentação do lote para a área de manejo pode causar estresse e redução no grau de Bem-estar.

Acontece que quando levamos um lote para o brete, causamos nos animais um aumento de estresse, pela combinação da perda de estrutura do grupo de animais e pela quebra da rotina. Logo, será visível disputas ocorrendo dentro da área de manejo, causando uma série de dificuldades.

Portanto, a cada vez que levamos os animais para o brete, quer seja para o manejo de pesagem ou outros, estamos causando estresse e perdas produtivas. Além disso, como o brete é utilizado para diversos manejos, as experiências vividas pelos animais anteriormente, principalmente as más experiências podem levar ao aumento do medo, causando ainda mais reatividade no lote.

Dificuldade de manejo em troncos e bretes devido ao vínculo com más experiências
Fonte: www.facebook.com/neloreboi
Dificuldade de manejo em troncos e bretes devido ao vínculo com más experiências
Fonte: www.facebook.com/neloreboi

Como resultado tem-se as lesões nos animais, quebras de estruturas, atraso na realização das atividades, além do risco a que os funcionários são colocados, reduzindo também o bem-estar humano.

E porque o produto Z-Tecs auxilia no Bem-estar?

O produto Z-tecs possui como diferencial atender a necessidade da rotina dos animais, não necessitando tirá-los de seu ambiente natural para que a pesagem seja efetuada.

 Com o produto posicionado nas áreas de alimentação, bebedouro ou local de passagem, os animais podem continuar suas atividades rotineiras, sem sofrerem com quebra na estrutura de grupo, estresse pela movimentação e medo pelas situações anteriores, garantindo também uma coleta eficiente de informação com bem-estar dos animais.

Fale conosco e faça um orçamento!

Palavras-chaves

Gostou? Conta pra gente o que achou!

Notícias relacionadas